Marina de Barros Monteiro


Formação

  • Doutorado em Direito Civil Comparado – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), 2016
  • Mestrado em Direito Civil – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), 2011
  • Extensão universitária: “As Novas Leis Processuais” – Faculdade Autônoma de Direito (FADISP), 2007
  • Extensão universitária: “As Últimas Reformas do Processo Civil” – Faculdade Autônoma de Direito, (FADISP) 2006
  • Extensão universitária em Recursos – Faculdade Autônoma de Direito (FADISP), 2005
  • Bacharel em Direito – Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU/SP), 2003

Experiências Profissionais

  • Sócia da área de Cível, Miguel Neto Advogados – 2017 – presente 
  • Sócia fundadora, Barros Monteiro Advocacia e Consultoria Jurídica – 2003 – 2017

Associações

  • Ordem dos Advogados do Brasil – São Paulo, 2003
  • Membro fundadora do Instituto Paulista de Ciências Jurídicas Ministro Raphael de Barros Monteiro (IPCJ)

Expertise

  • Contencioso doméstico e transnacional
  • Arbitragem doméstica e internacional
  • Direito de Família e Sucessões
  • Contratos
  • Direito registral

Marina de Barros Monteiro atuou no contencioso estratégico, assessorando questões jurídicas de alta complexidade, durante toda sua vida profissional. A advocacia chamada artesanal, ou de boutique, em que se destina a cada um dos casos e clientes a mais comprometida assessoria jurídica, sempre norteou os seus trabalhos e o desenvolvimento de suas atividades profissionais.

Das suas áreas de atuação, destaca-se o envolvimento com litígios nas searas de direito contratual, registros públicos, divórcio e inventário, além de demandas envolvendo direito empresarial.

Marina fundou e conduziu, ao lado de seu pai, Ralpho Waldo de Barros Monteiro, durante mais de quinze anos, o escritório Barros Monteiro Advocacia e Consultoria Jurídica, do qual se desligou para integrar, na qualidade de sócia, o time de advogados do MNA.

Marina de Barros Monteiro é mestre em direito civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, e doutora em direito civil comparado pela mesma Universidade. Em seus trabalhos acadêmicos, ambos orientados por Maria Helena Diniz, o direito contratual e os limites da autonomia privada foram seus principais focos.

Docência

  • Professora na pós-graduação de Direito – Damásio, 2016
  • Professora Assistente de Direito Processual Civil –  Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP), 2003 a 2011.
  • Organizadora de cursos de especialização – Faculdade Autônoma de Direito (FADISP), 2000 a 2003.

Publicações

  • Autora do livro O direito real de habitação dos companheiros proprietários de outro imóvel, publicado pela editora Baraúna, (2016)
  • Co-Autora do livro A causa dos contratos e a exceptio non adimpleti contractus, publicado pela editora Baraúna (2016)
  • Autora do livro O raciovitalismo de Recasens Siches – Teoria e prática, publicado pela editora Baraúna (2016)
  • Co-Autora do livro Fraude de execução e os princípios gerais de direito (análise sob a vigência do novo Código de Processo Civil), publicado pela editora Baraúna (2016)
  • Autora do livro A Autonomia Privada nos Contratos em Massa e sua Conformação pelo Princípio da Boa-fé Objetiva, publicado pela revista Brasileira de Direito Civil Constitucional e Relações de Consumo (2011).
  • Co-Autora do livro Aspectos Polêmicos do Cartão de Crédito, publicado pela revista Brasileira de Direito Civil Constitucional e Relações de Consumo (2010)
  • Co-Autora do livro O direito à propriedade, sua função social e as liminares possessórias, publicado pela revista Autônoma de Direito Privado (2009)

 

FORMALIZAÇÃO DE TESTAMENTOS AUMENTA 134% DURANTE A PANDEMIA DE CORONAVÍRUS

22 de setembro de 2020 | Imprensa
Devido a pandemia do coronavírus, houve um aumento substancial de consultas sobre planejamento sucessório. Marina de Barros Monteiro, sócia da área de Direito Civil do MNA - Miguel Neto Advogados, foi entrevistada pelo Metrópoles sobre a importância e a necessidade de se pensar em sucessão [...]Leia Mais

STJ – NECESSIDADE DE NOTIFICAÇÃO PRÉVIA À AÇÃO DE DESPEJO POR DENÚNCIA VAZIA

14 de setembro de 2020 | Informativos
A equipe da área cível do MNA - Miguel Neto Advogados preparou um informativo sobre a decisão do STJ que entendeu, embora não prevista legalmente, ser necessária a notificação prévia à propositura de ação de despejo por denúncia vazia (imotivada), se o ajuizamento da ação ultrapassar [...]Leia Mais

DISPENSA DE LICITAÇÃO PARA SERVIÇOS DE ADVOCACIA E CONTABILIDADE

26 de agosto de 2020 | Informativos
Entrou em vigor a Lei 14.039/20 que dispensa a exibilidade de licitação pela contratação da Administração Pública de serviços de advocacia e contabilidade, por conta de sua natureza técnica e singular.Leia Mais

PROJETO DE LEI PREVÊ ALTERAÇÕES NA LEI DE FALÊNCIAS

20 de agosto de 2020 | Informativos
Tramita na Câmara dos Deputados Projeto de Lei que visa facilitar a recuperação de empresas e estimular a negociação extrajudicial.Leia Mais

PANDEMIA ACELERA DIGITALIZAÇÃO DE ARBITRAGENS, QUE QUASE NÃO TIVERAM SUSPENSÕES

14 de julho de 2020 | Imprensa
Marina de Barros Monteiro, sócia da área de direito contencioso do MNA-MIGUEL NETO ADVOGADOS, foi entrevistada pelo portal JOTA, para falar sobre a eficiência e a aceleração da digitalização dos processos de arbitragem em tempos de pandemia. Marina relata que apesar dos ganhos em questão de [...]Leia Mais

Afinal, quem paga as dívidas quando uma pessoa morre? Entenda

13 de julho de 2020 | Imprensa
Uma das maiores dúvidas em relação ao patrimônio deixado pela morte de ente familiar se refere as dívidas constituídas. Marina de Barros Monteiro, sócia da área de gestão patrimonial e planejamento sucessório do MNA - Miguel Neto Advogados, foi entrevistada pelo Portal Metrópoles sobre o [...]Leia Mais

Procura por planejamento sucessório aumenta durante pandemia, dizem advogados

23 de junho de 2020 | Imprensa
O portal JOTA, entrevistou Marina de Barros Monteiro, sócia do MNA - Miguel Neto Advogados sobre o aumento da demanda para um planejamento sucessório durante a pandemia da COVID-19. Marina destacou os principais pontos de atenção que devem ser tomados na elaboração desse instrumento de forma [...]Leia Mais

PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO: RESOLUÇÃO DE CONFLITOS E MANUTENÇÃO DO PATRIMÔNIO

3 de junho de 2020 | Informativos
As incertezas causadas pela crise socieconômica da pandemia de COVID-19 aumentaram a procura pelo Planejamento Sucessório.Leia Mais

PL 1397/2020- RECUPERAÇÃO JUDICIAL E PREVENÇÃO DOS IMPACTOS DA CRISE ECONÔMICA PARA AS EMPRESAS

27 de maio de 2020 | Informativos
A Câmara dos Deputados aprovou na última quinta-feira, dia 21 de maio, o PL1397/2020 que institui alterações provisórias de algumas regras sobre falência e recuperação judicial de empresas gravemente impactadas pela pandemia de Covid-19. O projeto, que ainda seguirá para o Senado, propõe [...]Leia Mais

DIREITO DE VISITAÇÃO DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

15 de maio de 2020 | Informativos
O TJ-SP proferiu uma decisão autorizando uma criança pernoitar na residência do seu pai, ainda que não houvesse essa previsão na regulamentação de visitas, para atendimento às normas sanitárias de prevenção e combate ao novo coronavírus. Marina de Barros Monteiro, sócia cível do MNA - [...]Leia Mais

COVID-19: REVISÃO CONTRATUAL POR ONEROSIDADE EXCESSIVA

8 de maio de 2020 | Informativos
A pandemia da COVID-19 trouxe diversos impactos socioeconômicos, sendo um deles o desequilíbrio jurídico nos contratos firmados. Marina de Barros Monteiro, sócia do MNA - Miguel Neto Advogados, elaborou um informativo sobre as possibilidades de revisão contratual.Leia Mais

CONTRATOS COM FORNECEDORES: FORÇA MAIOR E ONEROSIDADE EXCESSIVA

29 de abril de 2020 | Informativos
A pandemia da COVID-19 trouxe diversas discussões contratuais sobre a cláusula de força maior, presente na maioria dos contratos. Marina de Barros Monteiro, sócia do MNA - Miguel Neto Advogados, elaborou informativo sobre os casos que podem se enquadras nessa situação e exigem revisão nesse [...]Leia Mais

TESTAMENTO EVITA BRIGAS DEPOIS DA SUA MORTE; VEJA COMO FAZER E QUANTO CUSTA

21 de fevereiro de 2020 | Imprensa
Pensar no que ocorre com o patrimônio após a morte de um ente querido pode ser um processo bem desgastante e inclusive litigioso para as famílias. Para evitar tais conflitos, o testamento é um instrumento importante para definição da partilha de bens. Marina de Barros Monteiro, sócia do MNA [...]Leia Mais

SALVE-SE QUEM PUDER! – REVISTA GESTÃO E NEGÓCIOS

10 de fevereiro de 2020 | Imprensa
No ano passado, foram requeridas no Brasil cerca de 1030 recuperações judiciais, segundo levantamento do Serasa. Marina de Barros Monteiro, sócia DA ÁREA DE CONTENCIOSO do MNA – Miguel Neto Advogados, foi entrevistada pela Revista Gestão & Negócios.Leia Mais

COMO EVITAR DISPUTA POR HERANÇAS EM CASOS DE GRANDES FORTUNAS, COMO GUGU LIBERATO

10 de fevereiro de 2020 | Imprensa
Após a morte de Gugu Liberato no final do ano passado, a sucessão patrimonial decorrente de falecimento em caso de união estável é um dos temas em destaque na imprensa, tendo em vista as polêmicas envolvendo a herança do apresentador. Marina de Barros Monteiro, sócia da área de Contencioso [...]Leia Mais

MICROEMPRESA TAMBÉM PODE RECORRER À RECUPERAÇÃO JUDICIAL

18 de dezembro de 2019 | Imprensa
Segundo a Serasa Experian, 82% dos pedidos de recuperação judicial no país neste ano foram feitos por micro, pequenas e médias empresas. Marina de Barros Monteiro, sócia do MNA - Miguel Neto Advogados, foi entrevistada pela Folha de São Paulo sobre as possibilidades e dificuldades que os [...]Leia Mais

ALTO ESCALÃO

25 de setembro de 2017 | Imprensa
O Miguel Neto Advogados está com uma nova sóciaLeia Mais

MIGUEL NETO ADVOGADOS ANUNCIA NOVA SÓCIA NO CONTENCIOSO

20 de setembro de 2017 | Imprensa
O escritório Miguel Neto Advogados anunciou a advogada Marina de Barros Monteiro como nova sócia do contencioso cível e arbitragem.Leia Mais

CBar 2017


O sócio Paulo Magalhães Nasser, responsável pelo Contencioso e Arbitragem de MNA, palestrou no XVI Congresso Internacional de Arbitragem, promovido pelo Comitê Brasileiro de Arbitragem – CBAr.

O evento aconteceu em Gramado-RS, entre 24 e 26 de setembro, com o tema central “Devido processo legal na arbitragem”.

Paulo Nasser compôs painel internacional intitulado “O devido processo legal e o controle judicial das sentenças arbitrais (reconhecimento e anulação)”